Mushroom Wars — Review

Vamos começar do início, Mushroom Wars, apesar de lançado no Steam recentemente, é um jogo de 2009, lançado originalmente na PSN. A ideia da Creat Studios foi de fazer um RTS minimalista, centrado na captura de “vilas de cogumelos”.

Mushroom-Wars-2

Já totalmente traduzido para o português, alguns termos ainda são bastante estranhos pra quem cresceu jogando tudo em inglês — por exemplo “escaramuça”. Quem raios FALA escaramuça? Parece que fizeram a tradução do Google!

photo_2016-06-20_10-38-07

Fora isso, é um jogo bem… interessante, na falta de um adjetivo melhor. Os gráficos não estão ruins, a jogabilidade é bem simples utilizando apenas o mouse. Você seleciona uma ou mais vilas e clica com o botão direito pra onde deseja mandar seus “exércitos”. Conforme você acumula exércitos nas vilas (gerados automaticamente), ganha também a opção de fazer melhorias delas — geralmente começando com um cogumelo e, até onde eu joguei, podendo ir até quatro. A diferença quando você melhora eles é a velocidade com a qual os exércitos são gerados.

Mushroom-Wars-4

Mas nem tudo são flores nesse port do jogo. Acima vocês veem uma tela capturada do jogo rodando em janela, com resolução de 1768×992. Embora o jogo, em suas opções, permita que eu utilize a resolução nativa do meu monitor ultrawide (2560×1080), o jogo praticamente não funciona. Não é possível nem ao menos clicar no item do mapa para iniciar uma missão. Então eu precisei rodar em janela com resolução reduzida.

Mushroom-Wars

Olha como ele ficava bonito no original =D Não, sério, até ficava, se você ignorar as barras pretas laterais e os itens flutuando pra fora do mapa e pra cima das barras pretas. O que é uma pena, pois isso poderia ser um grande ponto pra eles — mas convenhamos, infelizmente não é algo incomum atualmente entre os desenvolvedores, desde pequenos até maiores como a Bethesda (vale lembrar que até mesmo Fallout 4 não suporta nativamente resoluções maiores).

Mushroom-Wars-3

Num resumo, Mushroom Wars é um bom passatempo, com gráficos bons (mas que poderiam ser melhores) e uma jogabilidade simples. Não sei, falta algo que faça ele puxar mais vontade de sentar e jogar ele por muito tempo. Não consegui testar ainda o modo multiplayer, mas não consigo imaginar no que ele seria diferente dos modos campanha ou “escaramuça” (batalha seria uma tradução tão melhor, não?). Está disponível desde 7 de abril no Steam.

Post Author: Johnny C

Hydra da putaria no twitter, gamer viciado - mas que não é bom em nenhum jogo, apaixonado por segurança da informação e tecnologia em geral.