Os prós e os contras do Xbox One

Em meados do ano passado em decidi comprar um PlayStation 4 e após perceber que a minha praia são mesmo os consoles, comecei a cogitar a possibilidade de também comprar um Xbox One.

Um dos fatores que mais pesavam contra essa aquisição era o fato de o videogame da Microsoft na prática não receber mais nenhum exclusivos, já que os jogos publicados pela empresa também aparecem no PC. Ainda assim, após algum tempo pensando se deveria ou não fazer a compra, na primeira semana deste ano resolvi bater o martelo e passados alguns dias com um Xbox One S, gostaria de listar os pontos que tem me agradado e aqueles que já me incomodam no aparelho. Vamos a eles:

Enfim com o presente de aniversário que resolvi me dar 🤗 #XboxOne #XboxOneS

Uma publicação compartilhada por Dori Prata (@doriprata) em

➧ Prós

  • Retrocompatibilidade

Eu sei que para muitas pessoas os jogos lançados nas gerações passadas são irrelevantes, mas se tem algo que sempre admirei num console, é a sua capacidade de reproduzir títulos mais antigos. É bem verdade que eu ainda tenho tanto o Xbox (Original) quanto o Xbox 360 por aqui, mas poder jogar alguns títulos deles num mesmo aparelho é um recurso que considero fantástico.

  • Sistema operacional

Valendo-se da sua larga experiência desenvolvendo SOs, novamente a Microsoft fez um ótimo trabalho ao criar a maneira como o One funciona. Neste quesito considero o console muito superior ao PlayStation 4, onde muitas vezes fico parado numa tela por vários segundos apenas esperando que ela seja carregada.

Também vale citar a interface enxuta e bastante acessível criada para o One. Quando testei o console pela primeira vez lá quando ele foi lançado, a sua aparência era bem diferente do que temos hoje e considero que as mudanças foram feitas para melhor. Só senti falta de uma aba dedicada aos Games na tela inicial.

  • Xbox Play Anywhere

Comprar um jogo e ter acesso a ele tanto no Xbox One quanto no PC é algo muito bacana. Isso permitiu por exemplo que eu pudesse aproveitar no videogame três jogos que já havia adquirido para o computador e a única coisa a lamentar é o fato do recurso só funcionar para compras digitais. Além disso, seria bom se os exclusivos mais antigos do console passassem a fazer parte do selo Play Anywhere.

  • Regiões unificadas para as contas

Outro ponto em que a Microsoft tratou de facilitar nossas vidas foi ao unificar as regiões de nossas contas. Dessas forma, hoje eu posso adquirir um jogo tanto na versão norte-americana da Live quanto na brasileira, sem barreiras que só servem para nos infernizar. Com isso o consumidor pode pesquisar onde um jogo se encontra mais barato e pelo menos por enquanto não encontrei limitações para essa maravilha.

  • Game Pass

Funcionando como uma espécie de locação de games, com o Game Pass o usuário paga uma mensalidade e ganha acesso a todo o acervo do serviço. Ao todo são mais de 100 jogos oferecidos, com eles podendo ser baixados a qualquer momento e nos dando acesso completo a seus conteúdos. Só não continuarei assinando por já possuir boa parte do que é oferecido por lá.

➧ Contras

  • Poucas opções para transmissões de jogos

Uma das coisas que considero mais legais nos atuais videogames é a capacidade de transmitirmos ao vivo aquilo que estivermos jogando. No PlayStation 4 costumo usar o recurso enviando as partidas para o meu canal no Youtube, mas com o Xbox One isso infelizmente não é possível.

Na verdade, o videogame conta nativamente apenas com a opção de fazermos o streaming para o Mixer — serviço da Microsoft — com a outra opção sendo o Twitch. O problema é que eu gostaria de manter todo o conteúdo em apenas um lugar, o que me obriga a ter que subir tais transmissões manualmente para o Youtube depois (o que é um saco!).

Pelo menos o videogame permite transmissões ao vivo mesmo de jogos retrocompatíveis.

  • Falta de exclusivos (verdadeiros)

Como disse no início do texto, um dos pontos negativos que considero mais impactantes no Xbox One é a quase total falta de exclusivos. Tirando aquilo que foi lançado antes da Microsoft anunciar o Play Anywhere, tudo o que sai para o videogame também aparece no PC.

Para mim, jogos exclusivos são o verdadeiro diferencial de uma plataforma, o que por sinal me fez optar por adquirir o PS4 antes, e se você também leva isso em consideração, saiba que no One não terá muitas opções. Com isso, no momento minha meta é adquirir para ele justamente os games mais antigos e que só existem no One, como por exemplo o Sunset Overdrive e o Rare Replay.

  • Um gamepad tão… anos 90!

Calma, antes que alguém ache que estou maluco, minha crítica aqui não vai ao controle do Xbox One em si, que na minha opinião é o melhor já criado. O meu problema com ele é a insistência da Microsoft em continuar usando pilhas. Na minha opinião, poder recarregar a bateria do gamepad apenas conectando-o ao console é o modelo ideal. Tudo bem que existe a possibilidade de comprarmos uma bateria para ele, mas isso acaba sendo um custo adicional e por sorte paguei bem barato na minha.

  • Pouca capacidade de armazenamento

Aqui é outro ponto que considero negativo, mas que muitos donos de um Xbox One costumam relevar: a pouca capacidade de armazenamento. O pior na verdade nem está no HD de 500 GB que veio com o meu console, mas na impossibilidade de o trocá-lo de maneira simples. No PS4 por exemplo eu fiz isso em poucos minutos, com o disco rígido podendo ser substituído facilmente.

Felizmente podemos usar um HD externo para expandir o espaço, o que por sinal já estou fazendo, mas considero esta uma solução bem porca e sinceramente Microsoft, custava permitir a troca do HD?

————————————-

Esses foram apenas alguns dos pontos que chamaram a minha atenção durante as últimas semanas, mas e na sua opinião? Existe mais alguma coisa que gosta ou não no Xbox One?

Post Author: Dori Prata

Pai em tempo integral do pequeno Nicolas, enquanto se divide escrevendo para o Meio Bit Games, Techtudo e Vida de Gamer, tenta encontrar um tempinho para aproveitar algumas das suas paixões, os filmes, os quadrinhos, o futebol e os videogames. Acredita que um dia conseguirá jogar todos os games da sua coleção.
  • “Para mim, jogos exclusivos são o verdadeiro diferencial de uma plataforma, o que por sinal me fez optar por adquirir o PS4 antes, e se você também leva isso em consideração, saiba que no One não terá muitas opções. Com isso, no momento minha meta é adquirir para ele justamente os games mais antigos e que só existem no One, como por exemplo o Sunset Overdrive e o Rare Replay.”

    Eu acho os consoles Xbox muito interessantes, bonitos, prefiro os controles deles aos do PS, inclusive uso o controle do Xbox no PC, pois é fantástico, mas aqui você tocou na ferida. Nunca comprei um Xbox na vida pois ele é pra mim sempre a última opção. Como jogo primordialmente no PC, quando eu compro console eu sempre penso no que ele vai me oferecer que o PC não tem. Nesse quesito, Sony e Nintendo, com seus exclusivos vão ter sempre a minha preferência.

  • Dynamo Channel

    Finally! this site just gave me a Xbox Live gold code and it redeemed! Hit up http://xblg.giftcodes.org
    Nem sei se vai funcionar…Provavelmente, não.